Como é viver em Inglaterra?

Inglaterra sempre foi muito gentil comigo, mostrou-me outro estilo de vida, outras formas de pensar e pontos de vista completamente novos. É um país com uma cultura incrível, muito tradicional e sobretudo muito educado. Ensinou-me a ser mais compreensiva e sensata. Vocês imaginam viver num país onde toda a gente pede desculpa e agradece pelas coisas mais simples? Pois é, hoje venho-vos falar um pouco sobre o estilo de vida no Reino Unido. Vou responder a algumas das vossas perguntas: se é caro, se se vive bem, como são as pessoas etc. Irei responder de acordo com a minha experiência e de acordo com o local onde estou, Sul do país (Cornwall).

As pessoas, em geral, são muito simpáticas. Pedem desculpa e agradecem as coisas mais simples. E, com a maior vontade do mudo, estão sempre prontas para ajudar. Por saberem que sou de outro país, sempre foram muito compreensivas, preocupam-se em saber se gosto de viver cá e como é o meu país de origem. Nunca senti qualquer tipo de descriminação, até pelo contrário, sempre fui muito bem recebida, tanto no meu trabalho como na minha universidade!

Economicamente vive-se bastante bem. A comida é muito barata (dependendo claro), cremes, roupa, acessórios, é também tudo muito em conta. Ao contrário dos seguros. Quer sejam estes para o carro, casa ou até mesmo pessoal, são muito caros. O que se paga em Portugal num ano é o que se paga aqui num mês. Claro que depende da condição e do tipo de seguro que cada um precisa de ter, contudo é bastante caro. Ainda dentro do assunto, os carros são bastante baratos, contudo, eu penso que só são baratos porque com o gelo e o sal que põem nas estradas para derreter o gelo, os carros começam a apodrecer. Não digo que os carros aqui sejam descartáveis porque não são, contudo não duram tanto como duraria um carro em Portugal.

Há imensas ruas dedicadas ao comércio. São super amorosas, acolhedoras e sobre tudo tradicionais. Todas elas baseadas na temática Inglesa, simples e clássico, como nas fotografias que eu vos mostro a baixo.

A educação é também bastante cara, geralmente o que pagamos em 3 anos de universidade em Portugal, é o que aqui se paga aqui por apenas 1 ano. Porém as crianças não tem que pagar material escolar porque é tudo oferecido pela escola e, se não estou em erro, só a universidade é que é considerada um ensino a pagar. Contudo, na minha opinião, vale super a pena porque em geral as universidades tem condições impecáveis, métodos de estudo a pensar nos alunos e cobrem matérias/ técnicas incríveis. Ainda na temática escolar, há imensas atividades extra curriculares. O meu irmão está no 5 ano e faz imensas coisas, pratica desportos e viaja bastante com a escola, até acampamentos fazem. Na universidade é bastante semelhante, conhecemos imensas agencias e visitamos bastantes locais relacionados com a nossa área. Se quiserem saber mais sobre a minha universidade, deixo-vos aqui o link para o Post onde vos conto sobre ela:

Em relação à saúde, há imensas facilidades. As crianças, em geral, não pagam medicação, óculos e dentista. Os hospitais são de uma organização impecável e somos atendidos no espaço de meia hora, se tanto. São super profissionais e quando pedimos para agendar uma consulta, geralmente somos atendidos na mesma semana, não temos que aguardar meses.

Os produtos a que temos acesso aqui são infindáveis. Podemos encontrar literalmente tudo no supermercado. Se não houver no supermercado há numa outra loja local. Quando vinha cá passar férias levava sempre imensos chocolates que não há em Portugal e a minha família ficava mesmo impressionada com a variedade de produtos que há aqui. Tanto chocolates, produtos de casa que dão um jeito incrível, cremes. Mesmo no supermercado, conseguimos encontrar todo o tipo de cremes e produtos. Sabem quando entram numa loja nova e começam a descobrir produtos que dão super jeito e que vocês nunca viram antes? Tipo a Tiger ou a Ale Hop? É assim que me sinto, mesmo passados 4 meses a viver em Inglaterra ainda me sinto assim, a descobrir produtos novos.

Ofertas de emprego. Por onde devo começar? Bem, em relação a ofertas de emprego digo-vos que não é nem fácil nem difícil mas há oportunidades. Só precisamos de andar atentos e de enviar currículos contudo só não tem emprego aqui quem não quer. Existe uma agência que coloca as pessoas em empresas à experiencia para que estas tenham a oportunidade de mostrar o seu potencial para que a empresa queira contratar. Os salários são muito bem pagos, contudo pode variar devido à idade de cada um e se ainda estudamos.

Os transportes, sem dúvida, não são como em Gaia. Não temos uma STCP a cada 30 minutos. São rigorosos e se perdermos um só passado 1/2 horas, com sorte, é que temos outro. Nos comboios é ainda pior. Sem contar com a hora de ponta, podemos esperar até 1h30/2h00. Depende muito do dia da semana, da hora do dia etc. Contudo são muito sensatos, por exemplo: esta semana tiveram que cancelar todos os comboios da parte da tarde por causa do mau tempo e, para remediar o sucedido, colocaram autocarros gratuitos durante toda a tarde.

E por falar em tempo, oh o tempo … É um país muito frio. É raro as temperaturas subirem a cima dos 15 graus. Mas é uma questão de hábito, já senti imenso frio com 10 graus e também já senti que estava bem com 2 graus. Inclusive na minha Universidade há imensa gente que anda de t-shirt o dia todo e vê-se bastante gente na rua de calções. Vai se lá entender mas I Guess que eles estão habituados ao tempo aqui! Pessoalmente já me sinto muito melhor, já não tenho a necessidade de sair de casa cheia de malhas e casacos! Fun fact: Hoje está a nevar!!

Em relação à segurança, na minha opinião, a zona onde vivo é sim super segura. Falmouth é considerado o segundo local mais seguro para estudar, em UK. Raramente se vê noticias sobre assaltos ou algo semelhante. Contudo, como em qualquer outro país, essas coisas acontecem. Uma vez, eu deixei o carregador do meu telemóvel ligado a uns dos computadores da escola e, dois dias depois, ele ainda lá estava. Mesmo sendo original da Apple, ninguém mexeu nele. Não há muita policia na rua contudo se ligarmos eles em 2minutos aparecem, isto é verídico. Prestam imensa atenção às crianças e ao seu comportamento na escola, de forma a tentarem compreender se tem um bom ambiente em casa. Algo que ainda hoje me faz imensa confusão porque em Portugal não é nada assim, é o dentista para as crianças. Se as crianças tiverem mais do que 2 caries e os país não fizerem nada para cuidar e prevenir, os dentistas podem denunciar o caso à proteção das crianças como descuido parental. São mesmo muito atentos a certos aspetos e pormenores.

As paisagens são lindíssimas, sente-se mesmo a Natureza e o ar puro. Há como relaxar. É uma cidade muito bonita e tradicional. Há locais com tanta energia, com uma pureza enorme. As praias são incríveis, geladas mas incríveis. A água é tão calara que nem dá para vos descrever melhor. Dá para respirar ar puro!

Em geral, vive-se uma vida tão tranquila, simpática e organizada que faz tão bem. A diferença é notória e sinto que me tornei uma pessoa tão mais calma e simples e que dá valor e aprecia os pormenores. Mais importante que isso, tornei me mais compreensiva e calma!

Espero que tenham gostado desta pequena descrição de Cornwall.

Obrigada por acompanharem!

Até Segunda!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s